Sleepwear

Homewear da Trousseau

Quando se pensa em roupa de cama de luxo, o primeiro nome que vem a minha mente (e tenho certeza que na de muita gente) é a Trousseau. A marca é referência no segmento de cama, mesa e banho brasileiro. Além de lindo, os jogos de cama têm uma qualidade única, totalmente perceptível ao toque. Existem inúmeras opções de peças em 100% algodão egípcio com 1000 fios.

A Trousseau agora trouxe a qualidade de sua matéria-prima para as roupas de ficar em casa. A coleção homewear possui pijamas, roupão, camisolas, idealizados para adequar o conforto ao conceito do casualchic! As peças contam com volumes delineados, paleta de cores suaves e desenhos harmônicos. Perfeitos para aqueles dias em que não dá vontade de sair de casa… ou nem mesmo da cama! Para ninguém ficar desarrumado dentro de casa!

Estilo

Sobre as meias 7/8

Depois do look fail da Dani Suzuki no prêmio Multishow deste ano, recebi vários emails de leitoras com dúvidas sobre a melhor maneira de usar meias 7/8 nas produções para o dia-a-dia. Eu, particularmente, acho que é um acessório arriscado. Normalmente elas são usadas com espartilho, cinta liga e entre quatro paredes. Então, para usar essa peça nas ruas, o look deve ser o mais natural possível. Cuidado para não deixar a produção vulgar, ok? Uma opção interessante é a meia 7/8 por cima da meia-calça. Sem dúvida, o look ficará mais seguro! Vamos ver quem soube usar com estilo e quem mandou mal na escolha:

A atriz Elle Fanning, de doze aninhos, é uma graça. Ela mostrou estar de olho nas tendências (o xadrez também está super em alta). O look charmoso e moderninho ficou super adequado pra sua idade. Fluxo de pensamento: Quando tiver uma filha, vou alugar todos os filmes da Elle e dizer “Aprenda!”

Dona Lidsay mostrou que precisa de uma Rehab Fashion urgente! Essa meia de lã pressionou sua coxa e destacou as gordurinhas. Nunca usem uma meia dessas fora de casa! A Taylor Momsen está viciada nas suas meias 7/8. São váaaarias aparições da mocinha com essa peça. E quase todas com saias ou vestidos curtíssimos e com direito a cinta-liga para segurar a meia. Esse combinação fica vulgar em qualquer pessoa. Mas consegue ser pior quando se trata de uma adolescente de 17 anos. Cadê os pais dessa menina??

Gastronomia

Gastronomia: Corrientes 348

Uma das coisas que mais gosto de fazer é sair para jantar com o marido e os amigos. Adoramos conhecer novos lugares e principalmente, experimentar novos sabores. Não é a toa que eu engordei depois que mudei para Brasília, rsrs. É difícil manter a dieta com tantos lugares gostosos. Como tenho vários leitores de Brasília, decidi compartilhar com vocês os melhores achados de gastronomia da Capital. Uma ótima dica para quem é daqui ou está somente passeando. Como viajar é a segunda coisa que mais gostamos… Também teremos dicas de comidinhas de outros estados. Claro que sugestões são sempre bem-vindas!

Essa semana conheci um pedacinho de Buenos Aires em Brasília: O restaurante Corrientes 348. A música, o ambiente aconchegante e principalmente a comida, são feitos sobre medida para passar o melhor do clima Porteño.  Não posso deixar de comentar sobre o atendimento que foi de primeira! Dica: procure pelo garçom Antônio, ele merece o destaque. Por sugestão dele, optamos pelo prato Ojo del bife, retirado do miolo do contrafilé (o prato para duas pessoas sai por R$ 89,00) e para acompanhar Papas Provençal (meia porção, pois ela é bemmm servida).

O nome do restaurante foi retirado do primeiro verso do famoso tango Argentino A Media Luz, que faz menção a um endereço fictício em Buenos Aires. Com o ambiente a luz de velas, o restaurante também é uma boa opção para os casais apaixonados. Escolha uma das 140 opções da carta de vinhos. E não se esqueça de deixar um espacinho para a sobremesa. Para dar água na boca: panqueca de doce de leite argentino servida com sorvete de creme.

Serviço: 411 Sul, loja 36 – bloco D, Brasília/DF.  Telefone: 3345-1348