Maternidade

Defensores da Amamentação

Do dia 1 até 7 de agosto comemora-se a semana do aleitamento materno, para conscientização da importância e benefícios de amamentar.

IMG_9607

Eu amei amamentar o Lorenzo! No início não foi nada fácil… Até comentei sobre isso nesse post aqui, lembram? Mas depois que o bico do peito cicatrizou foi muito gratificante! Eu amava aquele momento de troca de carinho e tanta cumplicidade.

Quero convidar vocês para participar de uma causa bem bacana! Para cada foto postada no instagram com a #DefensoresDaAmamentacao durante essa semana será doado um tubo de Lanolina HPA Lansinoh para o Amparo Maternal (instituição filantrópica com 75 anos de história em assistência à gestantes). Essa pomada ajudam na cicatrização do bico do peito. Faz toda diferença!

O site Defensores da Amamentação está cheio de dicas e informações sobre amamentação, além do apoio de outras mamães através de fotos e depoimentos. Vale a visita!

Maternidade

A amamentação

Na maioria das vezes, a amamentação não é tão simples e fácil como deveria ser. Conversei com várias amigas que são mães e todas tiveram algum tipo de dificuldade para amamentar seus filhos. Isso era algo que me preocupava bastante porque eu sempre quis muito amamentar. E felizmente consegui!! Mas de fato não foi fácil, então vou compartilhar a minha experiência – ou melhor, o que funcionou comigo – para tentar ajudar as futuras mamães.

IMG_9634

Eu li bastante sobre a amamentação, sobre a posição ideal e sobre a tal pegada. Mas não tem jeito, você só pega na prática mesmo! De cara já não foi tão simples, pois eu tenho o que as enfermeiras chamavam de “mamilo plano”. Então o Lorenzo tinha dificuldades para segurar o bico e sugar direito. Recebi várias visitas das enfermeiras do banco de leite na maternidade e elas foram bem atenciosas. Tiveram paciência para me explicar todo o processo na prática e ajudar o Lorenzo na pegada, inclusive durante a madrugada.  Aproveitei para tirar todas as minhas dúvidas e fomos para casa.

Claro que em casa a história é sempre diferente né… O bico do meu peito ficou muuuuito ferido, chegou a sangrar. Cada sugada era extremamente dolorida. Toda pessoa próxima a mim tinha uma sugestão: “Coloca uma folha de repolho na geladeira e depois no peito… Coloca casca de banana no bico do peito”. Nada disso parecia fazer muito sentido. Eu queria usar minhas pomadas de lanolina, mas TODAS as enfermeiras da maternidade eram contra o uso. Elas alegavam que ia dificultar a mamada, pois a pomada faria a boca do bebê escorregar no bico. Então evitei usar nos primeiros dias.

No quinto dia após o parto o meu leite desceu (dizem que demora um pouquinho mais quando é cesárea né?!). Eu estava seguindo aquele conselho de “dormir quando o beber estiver dormindo”. Como o bico do peito estava muito ferido, eu estava dormindo sem sutiã, para evitar o atrito do tecido na pele. Quando acordei estava deitada sobre uma pequena poça de leite, com o peito super cheio, dolorido e empedrado. Tive que massagear e ordenhar (é esquisito dizer ordenhar né, mas realmente é o termo correto) o leite com as mãos mesmo, pois me falaram que a máquininha elétrica poderia atrapalhar a produção do leite.

Na madrugada do dia seguinte, no auge do desespero por não conseguir amamentar (tamanha a dor que estava sentindo e com o peito todo empedrado) eu já estava chutando o balde. Então resolvi usar a máquina de tirar leite da Medela (que mostrei nesse post aqui). Gente, foi a salvação! Ela esvaziou o peito e com isso diminuiu as pedras. Com um pouquinho de massagem elas foram embora. Depois não empedrou mais! Aí eu decidi usar as pomadas de lanolina também, para cicatrizar o bico do peito que já estava sangrando. Usei a da Medela e a da Lansinoh, e sinceramente não vi diferença entre elas. Foi o que salvou a minha amamentação. Na outra semana o bico já estava completamente cicatrizado e eu já não sentia dor nenhuma.

IMG_9607

Hoje eu amo amamentar! Acho uma delícia essa interação e troca de carinho entre o meu filho e eu. Adoro até mesmo quando a mãozinha dele fica apertando uma gordurinha chatinha que eu tenho debaixo do braço, hehehe. Agora ele quer exclusividade total. Fica bravinho quando eu converso com alguém ou mexo no celular enquanto amamento. Tem que ser olho no olho! E eu me derreto toda né? Então meu conselho para as futuras mamãe é de que vai passar! Não desista de amamentar no desespero da madrugada. Procure maneiras de aliviar o seu incomodo. Vai valer a pena insistir!

E as leitoras que já são mamãe, tem dicas de amamentação? Compartilhe nos comentários o que funcionou com vocês.