Lingerie

O Desfile do Andrés Sardá

Na semana passada, terminou mais uma edição do Salon International de la Lingerie. O evento acontece anualmente em Paris e reúne as maiores grifes do segmento. Eu sempre acompanho pela internet para saber quais são as novidades em lingerie que chegarão em breve aqui no Brasil e que irão refletir nas coleções de Outono Inverno 2014-2015. Claro que o evento é cheio de desfiles de Lingerie e o que chamou mais a minha atenção foi o do Andrés Sardá.

1012547_10151932910768733_946662651_n

Já tinha um tempo que eu queria falar sobre a grife aqui no blog. Andrés vem de uma família Espanhola super tradicional, que fabricava véus rendados. Aqueles que cobriam as cabeças das damas da sociedade, incluindo Jackie Kennedy. Quando o véu caiu em desuso, Andrés decidiu aproveitar seu conhecimento como engenheiro têxtil e revolucionou o mercado de roupa de baixo. Nessa época a lingerie tinha um caráter quase ortopédico e Andrés já tinha uma visão de que suas peças deveriam fazer as mulheres se sentirem bem.

Andrés Sardá 2014

Hoje, a grife espanhola (com sede em Barcelona) não deixa nada a desejar quando comparadas ao império francês da lingerie. Suas peças estão no mesmo patamar que grifes de luxo, como a italiana La Perla e a francesa Eres. Um simples conjunto de calcinha e sutiã saem em média por 300 euros.

A coleção apresentada no Salon de la Lingerie é marcada pela renda e transparência em suas peças. E não poderia ser diferente, afinal de contas essa é a marca registrada da grife e logo remete aos véus e mantilhas da família Sardá.

Lingerie

Salon de La Lingerie: Homewear

Já mostrei nesse post aqui como foram os desfiles de lingerie do Salon International em Paris. Pois o evento também contou com um desfile específico de Homewear e Sleepwear. São peças para usar em casa, que presam pelo conforto mas sem abrir mão do estilo.

Ao contrario dos desfiles de lingerie, que como já vimos foram monocromáticos e em tons sóbrios, a linha de homewear é bem colorida e com estampas alegres. A marca Massana apostou até na estampa do artista brasileiro Romero Britto. Amei o pijama da DKNY! Esse modelo com camisa e calça é o meu favorito para dias quais frios. E engana quem acha que homewear é sinônimo de malha e moletom. Esse pijama da marca Christine mostrou que tecidos nobres e levinhos também são bem-vindos!

No segundo desfile de Homewear, as cores deram lugar ao frio. Eu adoro o frio!! Acho que a gente fica mais elegante e bem vestida… Mas no Brasil não temos o frio tão característico… Pelo menos não em Minas Gerais ou em Brasília, rs. A novidade do desfile foi o conjunto criado pela  Ines de la Fressange, escritora do livro A Parisiense (que já mostrei aqui).

E como ninguém é de ferro… Uma amostra de como foi o desfile masculino, hehe.

Entretenimento

Salon de La Lingerie: Desfiles

Os desfiles do Salon International de la Lingerie são destaque no evento. Por isso, reuni os melhores (leia-se aqueles que eu mais gostei) nesse post.

Ameiii as lingeries da Prelude. 

Desta vez os desfiles não foram separados por marca. Então em cada fashion show foram desfilados várias marcas, mantendo um padrão de cor e estilo. Eu achei um pouco sempre graça, pois o resultado foram passarelas monocromáticas e sem presenças marcantes.

Lingeries em tons sóbrios e bem elegantes

O ponto alto (talvez o único momento marcante) do desfile foi quando “nevou” na passarela. O efeito ficou bem legal e combinou com as lingeries branquinhas que estavam sendo desfiladas.

Essa blusa de renda Les Jupons de Tess é a minha cara! Amei! Essa grife tem muita coisa bacana. Já falei sobre ela nesse post aqui.

A artista Burlesca Mamzelle Viviane abriu um dos desfiles usando lingeries da coleção Nuit Blanche da Maison Close.

Um pouco de cor não faz mal a ninguém…

Na minha opinião, os desfiles das últimas edições foram bem mais interessantes! Acho que será difícil superar o desfile da Etam no ano passado. As produções eram mais elaboradas e a passarela reuniu diversos artistas. Clique aqui para rever!