Lingerie

Amari Lingerie

Conheci a Amari Lingerie por sugestão de uma leitora (esqueci de anotar o nome, mil desculpas!!). A marca é especializada em lingerie de maternidade.

p19m6bko0j1v981s1hrd1haj1u7k3t

Eu não sabia, mas Amari significa plenitude em japonês. Também pode significar em outros idiomas: amado, belo e mãe. Uma ótima escolha de nome né? Dá pra notar que, assim como um filho, o nome da marca foi pensado e planejado com carinho. E isso reflete também nas lingeries da marca.

Amari3

Os sutiãs tem a abertura total do bojo para amamentar. Assim o seio fica livre e evita o empedramento do leite.

Lembro que no final da minha gravidez e também no pós parto, foi difícil encontrar peças bonitas e funcionais. Acho que a maioria das marcas pensam que lingerie de mãe só pode ser bege, branca ou preta! Essa é uma fase super complicada, pois o corpo está voltando e muitas vezes a auto estima está baixinha. Então a gente quer se sentir bonita! Uma lingerie bacana ajuda muito nessa hora!

E deu pra notar que as lingeries da Amari procuram ter algum detalhe especial, sabe? Um acabamento em renda, um pingente delicado, uma cor diferente do nude… Isso porque a marca foi criada por uma mãe, que encontrou as mesmas dificuldades que eu para encontrar lingeries bonitas na fase da amamentação de seu filho.

• Continue lendo •

Maternidade

Dita para Mamães

Quem acompanha o blog já conhecem bem a coleção de lingeries da Dita Von Teese, afinal ela já apareceu diversas vezes aqui no blog. A Diva Burlesca é musa inspiradora da Soft e eu não resisto a compartilhar cada novidade dela com vocês. A última novidade me deixou bem animada. Trata-se de uma linha de sutiãs para amamentação.

Dita maternity

Para começar o sutiã é lindo!!! Ao primeiro olhar nem parece que é um sutiã de amamentação. Nada parecido com os modelos tradicionais existentes no mercado. E a parte interna em tule parece ser super confortável. A renda preta com o fundo roxo deixou a peça chic e fora do óbvio. Com o fim da licença maternidade, o meu leite acabou secando. Mas se eu ainda estivesse amamentando ia comprar com certeza.

Dita maternity

As peças tem uma pegada vintage, como a Dita adora! As calcinhas tem uma modelagem mais larga, mas nada careta. A linha de maternidade da Dita está a venda no site Destination Maternity, que entrega no Brasil. Os sutiãs custam em média 49 dólares e as calcinhas 30.

Gravidez, Maternidade

Sutiã para Amamentação

Eu falei nesse post aqui sobre as mudanças que fiz nas minhas lingeries durante a minha gravidez, lembram? As mudanças nem foram tão significativas, como eu imaginei que seriam. Mas no pós parto foi bem diferente… Vou falar um pouquinho sobre isso. Mas para início de conversa, vou responder a uma dúvida de uma leitora gravidinha, a Brenda. Ela pediu dicas sobre Sutiãs para Amamentação.

amamentacao

Eu pesquisei bastante antes de escolher os sutiãs ideais. A princípio eu queria modelos com bojo estruturado. Mas tenho costas largas e pouco peito, então sempre tenho dificuldades para encontrar o sutiã no tamanho ideal. Quando fica bom nas costas, acaba sobrando no bojo. É por isso que prefiro comprar sutiãs em lojas que trabalham com numeração diferenciada para os bojos. Infelizmente não encontrei sutiãs de amamentação nessas lojas. Então tive que optar por modelos sem bojo mesmo.

mylady amamentação

A primeira marca que procurei foi a My Lady. Eu conheci a linha Maternity numa edição do Salão Moda Brasil, como mostrei aqui. Optei por um modelo estilo top com bojo no formato triangular. Ele tem um reforço na lateral e ao abrir o seio fica completamente de fora. Esse é o modelo mais recomendado pelos médicos, pois evita a mastite puerperal (empedramento do leite). Além disso, ele tem alças largas para maior sustentação e alívio na sensação de peso dos seios. Eu achei o modelo bem confortável. Comprei online nesse site aqui.

plie amamentação

Outro modelo de sutiã de amamentação que eu gostei foi  o modelo acima da Plié. Ele me conquistou por ter as laterais mais largas. Ideal para comprimir as gordurinhas extras pós parto. Mesmo quando aberto, há uma camada inferior que segura todo o seio. Isso garante uma segurança extra nos seios pesados. O modelo sem costura é suuuper confortável e não marca na roupa. Mas me sinto um pouco exposta, mesmo usando o absorvente de seio. Eu prefiro usar esse modelo em casa. Para sair eu opto pelo primeiro modelo. Comprei online aqui.

Plus

Além do sutiã de amamentação há outras peças que deve estar na sua lista de compras pós parto. A primeira delas é a mais importante: Uma boa cinta moderadora, para ajudar a voltar a barriga pro lugar. Optei por esse modelo da My Lady. Comecei usando uma numeração maior e com 20 dias após o parto eu troquei por um modelo dois números abaixo.

Na maternidade eu estava mais inchada e com a pele sensível devido a cirurgia. Então deixei para usar a cinta quando tirei os pontos (cinco dias após o parto). Antes disso, usei uma calcinha redutora da Liz e por cima uma faixa pós parto.

Ainda comprei um body redutor da Plié como uma segunda opção para a cinta. Escolhi um modelo com bermuda, para comprimir as coxas e com seios livres, já que estarei usando o sutiã de amamentação.